Pages

terça-feira, 8 de setembro de 2009

VALE A PENA LER
MIOLO DE PÃO ...
Conta a história que um casal tomava café da manhã no dia de suas bodas de prata. A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: "Sempre quis
comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida".
Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: - Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre
gostou tanto dela, jamais ousei pedir!
Moral da história:
Você precisa dizer claramente o que deseja, não espere que o outro
adivinhe...
Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro,mas o outro
pode estar esperando outra coisa de você...
Deixe-o falar, peça-o para falar e quando não entender,não traduza sozinho.
Peça que ele se explique melhor. Esse texto pode ser aplicado não só para relacionamento entre
casais,mas também entre pais e filhos, entre amigos e mesmo entre colegas de trabalho.
As relações humanas seriam melhores se entendêssemos isto!!!

5 comentários:

Mahria disse...

Perfeito!
Adoro esses textos
Dar uma "sacudida", faz pensar...



Bjinhos!
Mah

Olavo disse...

Ah quem é vivo sempre aparece ja diz o velho ditado...rs
Moça saudade de vc..quanto tempo..

Lindo post...com grandes verdades é por ai mesmo..as vezes pensamos que estamos dando o melhor nosso para o outro e perdemos a oportunidade de saber o que é melhor para o outro ...

Beijos não suma mais

disse...

Oi coisa linda!!!!! Meu, que visual MARAVILHOSO desse blog!!! Demais, adorei. Quero um assim! O Dissipando tá um caos com aquele visual horrososo! ahahahahaha
Vou te mandar um email, VÊ SE RESPONDE!!!!!!!!!!!!!!!! :)

Beijão

Eurico Rocco disse...

Bom texto, adorei o blog e to aqui retribuindo a visita

http://delitosperdidos.blogspot.com/

Chris disse...

Muito bom Carol. Disse tudo. Grande beijo, Chris.

Tem mais alguém aqui?